MENU PRINCIPAL

segunda-feira, julho 28, 2008

NO-SENSE

Por. Rômulo Giacome
O no-sense é uma ruptura com a lógica discursiva e ideológica, que amarrada em sua linearidade, consegue desviar e constituir humor; o no-sense tem a marca da ausência, do desvio e, inclusive, do devir, pois demarca o pico ou clímax que não existe, senão na própria sátira ao gênero;

sexta-feira, julho 11, 2008

CINEMA, ASPIRINAS E URUBUS: A FORÇA DO ATO E A ALEGRIA DO SILÊNCIO

CINEMA, ASPIRINAS E URUBUS: A FORÇA DO ATO E A ALEGRIA DO SILÊNCIO
Por Rômulo Giácome de Oliveira Fernandes SINOPSE
Em 1942, no meio do sertão nordestino, dois homens vindos de mundos diferentes se encontram. Um deles é Johann (Peter Ketnath), alemão fugido da 2ª Guerra Mundial, que dirige um caminhão e vende aspirinas pelo interior do país. O outro é Ranulpho (João Miguel), um homem simples que sempre viveu no sertão e que, após ganhar uma carona de Johann, passa a trabalhar para ele como ajudante.

sexta-feira, julho 04, 2008

PALESTRA EM BURITIS: O OFÍCIO DO PROFESSOR E A ALEGRIA DE ENSINAR

O foco da palestra é a alegria: aqui entendida como o estímulo que une, vende e, porque não, educa também;

Professora Lurdes;
O símbolo da modernidade urbana: o semáforo;
Meu amigo Gustavo, arrebentando;

Dia 28 de Junho, eu e meu grande amigo e parceiro Gustavo Costa Reis, diriginimo-nos até o município de Buritis para ministrar uma palestra à educadores e profissioanis da educação do município e região; a viagem em si mesma já é instigante, pois o município de Buritis é famoso por estar no epicentro de confitos por madeira e terras, inclusive sendo palco de ações da LCP (Liga dos Camponeses Pobres); Mas a impressão sobre o município foi a melhor possível; gente muito amistoza e franco desenvolvimento, o que não me é estranho, uma vez que sou nativo deste estado e aprendi a conviver com estes movimentos exploratórios e desenvolvimentistas;

Veja abaixo a manchete institucional sobre a palestra:
UNESC informe
Informativo acadêmico da UNESC – Faculdades Integradas de Cacoal
03/07/2008
UNESC OFERECE PALESTRA A EDUCADORES NO MUNICÍPIO DE BURITIS




Com a finalidade de aproximar as regiões quanto às questões educacionais, bem
como estreitar as relações entre a comunidade educacional de Buritis e a UNESC,
no sábado, dia 28 de junho, os professores Ms. Gustavo Costa Reis e Ms. Rômulo
Giácome de Oliveira Fernandes, a convite da professora Maria de Lurdes Lacerda,
Diretora do Instituto de Ensino Educar, palestraram para um público de
educadores e profissionais da área da educação. A palestra sobre o tema “O
Ofício do professor: a alegria de ensinar”, proferida pelo professor Rômulo
Giácome, tratou da alegria como elemento contextual imprescindível ao ofício do
educador, uma vez que a alegria é ingrediente que une, consolida e inclusive
educa. A segunda palestra, proferida pelo professor Gustavo Reis sobre o tema
“Administração de carreira: é possível ser feliz no trabalho?”, tratou dos
requisitos indispensáveis ao professor de sucesso, abordando as habilidades do
professor contemporâneo. Por fim, segundo os professores, o saldo do encontro
foi muito positivo, pois viabilizou o intercâmbio de experiências e a troca de
informações relevantes ao processo educacional.

quinta-feira, julho 03, 2008

"O LIVRO DAS IGNORÂNÇAS" - MANUEL DE BARROS

Manoel de Barros - A palavra que goteja sentido
Por Rômulo Giacome O Fernandes
19/08/2005

A leitura de Manoel de Barros precede a leitura dos códigos, precede a leitura dos símbolos e precede a leitura do verso. Sua condição de vácuo entre o sentido / ser / significante propõe mais do que a própria teoria. Nele, ela se perde e se reencontra no desconhecer da palavra.
"Ocupo muito de mim com o meu desconhecer"
Não é a palavra nova, não é a nova forma ou velha forma em pastiche. É o verbo em estado de coisa. Verbo em estado de essência, que fala através dos seres, animais, pequenos pedaços de pedaços de signos soltos.